Farmácia da Águia

Com uma história muito menos conhecida que a da Fábrica de Schindler, a Farmácia da Águia (Apteka pod Orlem) também teve um papel essencial no gueto de Cracóvia e foi uma tábua de salvação para muitos judeus.

Uma farmácia fora do comum

Quando os alemães estabeleceram o gueto em Podgorze recomendaram aos polacos que abandonassem a zona. O dono dessa farmácia, apesar de terem oferecido a ele outros lugares em diferentes zonas da cidade, decidiu ficar.

A farmácia se tornou um lugar chave no gueto, onde os habitantes encontravam ajuda médica e um espaço de confiança onde podiam se reunir e se esconder da dura realidade.

A história da farmácia está cheia de lembranças; tintas para o cabelo, sedantes, etc. A farmácia sobreviveu à guerra e em 1967 fechou, até que anos mais tarde se tornou um museu cheio de histórias.

Sem mais

Nas instalações da farmácia há uma exposição permanente que mostra a aniquilação que os judeus sofreram e o importante papel que a farmácia teve no gueto.

Embora não seja um passeio imprescindível, é curioso visitar a farmácia e descobrir sua interessante história.

Horário

Segunda, das 10:00 às 14:00 horas.
De terça a domingo, das 9:00 às 17:00 horas.
Fechado na segunda terça-feira de cada mês.

Preço

Adultos: 10PLN.
Estudantes: 8PLN.
Segunda-feira: entrada gratuita.

Transporte

Bonde: linhas 3,8, 9, 24, 50 e 69.
Ônibus: linha Z69.