Basílica de Santa Maria

Construída no século XIV em uma das laterais da Praça do Mercado, a Basílica de Santa Maria (Kościoł Mariacki) é um imponente templo de estilo gótico que constitui um dos monumentos mais importantes e conhecidos de Cracóvia.

Sobre a basílica

A fachada da basílica está ladeada por duas torres de diferentes alturas. A torre mais alta, decorada com uma coroa dourada, é conhecida como “Hejnalica” e no passado funcionava para informar sobre a abertura e o fechamento das portas da cidade, além dos incêndios e ataques inimigos.

Atualmente o trompete da torre soa a cada hora, tocando o “hejnal”, embora a melodia seja bruscamente interrompida em lembrança ao trompetista que foi assassinado quando tentava alertar os cidadãos da invasão da cidade.

No interior da basílica se destaca especialmente um retábulo de madeira do século XV com mais de 200 figuras talhadas que, com 12 metros de altura, é o maior de toda Europa.

Uma visita imprescindível

A Basílica de Santa Maria é um dos monumentos mais representativos de Cracóvia e vale a pena fazer uma visita.

Durante os meses de verão é possível subir na torre “Hejnalica” para ver a cidade do alto e entrar na sala do famoso trompetista. É uma das melhores vistas de Cracóvia. 

Importante

A torre pode ser fechada para visitação devido às condições climáticas. 

Horário

Catedral
Dias úteis, das 11:30 às 18:00 horas.
Domingos e feriados, das 14:00 às 18:00 horas.


Torre
De abril a outubro (exceto feriados religiosos):
De terça a sábado, das 9:10 às 17:30 horas.
Domingos, das 13:10 às 17:30
Novembro, dezembro e março (exceto feriados religiosos):
De quinta a sábado, das 9:10 às 17:30 horas
Janeiro e fevereiro:
Fechado.

Preço

Catedral
Adultos: 10PLN.
Idosos: 8PLN
Estudantes e crianças (7 a 18 anos): 5PLN.


Torre
Adultos: 15PLN.
Crianças (7 a 18 anos): 10PLN.
Menores de 6 anos não são permitidos na visita à torre.

Transporte

A pé saindo da Praça do Mercado.